Conhecimentos Evidenciados Por Futuras Professoras de Matemática Sobre os Números Racionais e Sobre seu Ensino

Autores

  • Lana Thaís Santos Silva Universidade Federal de Sergipe. SE, Brasil.
  • Thayse de Fátima Oliveira Santos Universidade Federal de Sergipe. SE, Brasil.
  • Rafael Neves Almeida Universidade Federal de Sergipe. SE, Brasil.
  • Marta Élid Amorim Universidade Federal de Sergipe. SE, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2021v14n2p173-180

Resumo

Resumo
Este artigo objetiva identificar os conhecimentos evidenciados por um grupo de licenciandas ao ensinar noções e procedimentos concernentes ao conceito de fração e à resolução de operações em Q na Educação Básica. Considera-se as categorias refinadas por Ball, Thames e Phelps a partir de trabalhos de Shulman, no que diz respeito aos conhecimentos necessários ao professor que ensinará Matemática. Opta-se por discutir neste trabalho os resultados de dois questionários aplicados a quatro estudantes de um curso de Licenciatura em Matemática ao iniciar uma formação sobre números racionais e seu ensino, vinculada ao projeto de pesquisa “Um estudo sobre os conhecimentos necessários ao professor de matemática para ensinar frações”. As respostas das participantes a esses questionários indicaram dificuldades como: localizar frações na reta numérica; fixar uma unidade comum a todas as frações para ser o inteiro e compará-las; e representar uma fração em que o denominador seja maior que o numerador. Esses desafios, muito presentes em alunos da Educação Básica, persistem mesmo após essas licenciandas terem integralizado mais de 50% do curso. Diante disso, considera-se que o formador de professores precisaria incluir em suas aulas situações que lhe permita discutir com os futuros professores aspectos relacionados ao conteúdo, às causas dos erros cometidos pelos alunos e maneiras de superá-las.

Palavras-chave: Formação de Professores. Ensino de Fração. Conhecimento Comum do Conteúdo. Conhecimento do Conteúdo Especializado.

Abstract
The goal of this article is to identify the knowledge that a group of student-teachers has for teaching notions and procedures regarding the concept of fractions and solving equations in Q in Basic Education. We consider the categories refined by Ball, Thames and Phelps, based on the works of Shulman, with respect to the knowledge necessary for a teacher to teach Mathematics. In this paper, we have chosen to discuss the results of two questionnaires applied to four students in a Mathematics Teaching Degree program at the start of the training program on Rational Numbers and how to teach them, linked to the research project “A study on the knowledge necessary for a Mathematics teacher to teach fractions” (Um estudo sobre os conhecimentos necessários ao professor de matemática para ensinar frações). The participants’ answers to these questionnaires indicated difficulties, such as: locating fractions on a number line; finding a common unit for all fractions to be a whole number and, thus, be able to compare them; and representing a fraction in which the denominator is greater than the numerator. These challenges are frequently present among students in Basic Education and they persisted even after the student-teachers completed 50% of the program. As such, we believe that teacher trainers need to include situations in their classes to discuss with future teachers aspects related to the content, to the causes of mistakes made by students and ways to fix them.

Keywords: Teacher Trainer. Teaching Fractions. Common Content Knowledge. Specialized Content Knowledge.

Biografia do Autor

Marta Élid Amorim, Universidade Federal de Sergipe. SE, Brasil.

Possui graduação em Licenciatura Em Matemática pela Universidade Estadual de Feira de Santana (2003), mestrado em Matemática pela Universidade Federal de Campina Grande (2006) e doutorado em Educação Matemática pela Universidade Anhanguera de São Paulo (2015). Fez estágio doutoramento sandwich em The State University of New Jersey - Rutgers University e estágio pós-doutoramento na UNIAN/SP. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Sergipe, vinculada ao Departamento de Matemática - Campus Prof. Alberto Carvalho (DMAI) e ao Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT). Vice-líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Matemática - GEPEMAT, membro do grupo de pesquisa FORCHILD - Formação de Professores: Currículo, História, Linguagem e Desenvolvimento Profissional e do Grupo de Trabalho de Educação Estatística - GT12 da SBEM. Editora-chefe da Revista Sergipana de Matemática e Educação Matemática - ReviSeM e integrante do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - BASis.

Downloads

Publicado

2021-09-27

Edição

Seção

Artigos