Saberes e Práticas do Professor que Ensina Matemática na Formação Continuada

Autores

  • Maria das Graças Bezerra Barreto Universidade Metropolitana de Santos. SP, Brasil
  • Maria Elisabette Brisola Brito Prado Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Matemática. SP, Brasil; Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciencias e Saude. SP, Brasil; Unopar, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Metodologia para Ensino de Linguagens e suas Tecnologias. PR, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2021v14n2p192-198

Resumo

Resumo
Este artigo refere-se a um recorte de pesquisa de doutorado e apresenta reflexões decorrentes da formação continuada de um grupo de professores, com diferentes titulações em Pedagogia e Matemática, sobre como pensam os problemas matemáticos e os veiculam em sala de aula. A trajetória investigativa contou com uma metodologia qualitativa e um papel de intervenção. Os dados coletados foram utilizados para compreender as reflexões dialógicas que dimensionaram o processo de treinamento e para analisar os registros obtidos pelos protocolos de atividades. Os estudos teóricos de Llinares, Shulman, Zeichner, Vergnaud, Ma e Ball Thames e Phelps orientaram a ação formativa e favoreceram a análise reflexiva. As análises demonstraram a importância de reconhecer a competência profissional de cada um e entender como suas atividades formativas se inter-relacionam e se complementam. Conclui-se que a ação formadora explora a diversidade de momentos e promove a constituição de grupos distintos, propicia uma aprendizagem diferenciada e a redefinição das competências profissionais dos professores que ensinam Matemática.

Palavras chave: Problemas Aditivos. Projeto Observatório. Estrutura Multiplicativa. Aprendizagem Matemática.

Abstract
This article refers to an excerpt from doctoral research and presents reflections resulting from the continued formation of a group of teachers, with different degrees in Pedagogy and Mathematics, about how they think about mathematical problems and convey them in the classroom. The investigative trajectory counted on a qualitative methodology and an intervention role. The data collected was used to understand the dialogical reflections that dimensioned the training process and to analyze the records obtained by the activity protocols. The theoretical studies of Llinares, Shulman, Zeichner, Vergnaud, Ma, Ball, Thames and Phelps guided the formative action and favored reflective analysis. The analyzes demonstrated the importance of recognizing each other's professional competence and understanding how their educational activities interrelate and complement each other. It is concluded that the formation-action explores the diversity of moments and promotes the constitution of distinct groups, provides a differentiated learning and the redefinition of the professional competences of teachers who teach Mathematics.

Keywords: Additive Problems. Observatory Project. Multiplicative Structure. Mathematical Learning.

Downloads

Publicado

2021-09-27

Edição

Seção

Artigos