SOBRE DISCURSOS E ESTRATÉGIAS EM EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Autores

  • Reginaldo Ramos de Britto
  • Marco Aurélio Kistemann Jr.
  • Amarildo Melchíades da Silva

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2014v7n1p%25p

Resumo

Este trabalho decorre de pesquisa de Mestrado Profissional em Educação Matemática, desenvolvido no biênio 2011-2012 junto ao programa de pós-graduação da UFJF. Trata-se de uma pesquisa documental sobre a proposição de planos e estratégias nacionais de Educação Financeira, no Brasil e em países como Portugal e Espanha. Então, utilizou-se de referências como a Análise de Discurso Crítica, de Norman Faiclough e de conceitos como táticas e estratégias, a partir de Michel de Certeau, além da perspectiva analítica da Educação Matemática Crítica, constituimos análise dos textos das referidas estratégias, organizados como produto educacional, uma exigência dessa modalidade de Mestrado, um documento, para orientações a professores e, sobretudo, educadores matemáticos. A principal conclusão desta pesquisa foi de que há um Processo de Legitimação da Educação Financeira que a despeito do discurso, tem a intenção de promover, fundamentalmente, a constituição de indivíduos-consumidores de produtos financeiros. E de que há a possibilidade de que sua proposta de inserção nos currículos escolares, seja um processo paralelo de empowering da Educação Financeira pela Matemática, justificado pela característica dessa última de ser uma “linguagem de poder” e possuir “poder formatador”.

Downloads

Publicado

2015-06-18

Edição

Seção

Artigos