A GEOMETRIA ANALÍTICA E OS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE MATEMÁTICA

Autores

  • Joseide Justin Dallemole
  • Claudia Lisete Oliveira Groenwald

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2014v7n1p%25p

Resumo

Este artigo apresenta uma investigação em livros didáticos brasileiros das coleções aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2012, para o Ensino Médio visando identificar os conteúdos de Geometria Analítica propostos, em particular para Reta e Circunferência. Investigou-se em que momento este conteúdo é abordado, quais Registros de Representação Semiótica são utilizados e como são explorados e quais metodologias são utilizadas. Esta análise é um recorte da pesquisa qualitativa a ser desenvolvida para o doutorado em Ensino de Ciências e Matemática, a qual busca investigar as potencialidades de uma proposta metodológica para os processos de ensino e de aprendizagem da Geometria Analítica, no currículo de Matemática do Ensino Médio, articulada com a teoria dos Registros de Representação Semiótica, de Raymond Duval. Foram analisados os livros das sete coleções aprovadas pelo PNLD (2012) que tratam deste conteúdo. Observou-se que a abordagem dos conteúdos é fragmentada, o estudo das equações paramétricas da reta, que são férteis em conexões com a Física, é abordado por apenas três livros. Há ênfase de exercícios para o aluno que recai no treinamento a partir de modelos a serem seguidos, há falta de proposta de utilização de recursos computacionais, poucas atividades de interação entre os alunos. As contextualizações com outros campos da Matemática e extra matemática são poucas e deveriam ser mais frequentes. Verificou-se que as situações de ensino e as atividades propostas apresentam diferentes registros semióticos, como a língua natural, registro numérico, algébrico, figural e gráfico, entretanto há ênfase nos tratamentos, indicando que poderiam ser mais bem exploradas as conversões entre esses registros.

Downloads

Publicado

2015-06-18

Edição

Seção

Artigos