Da Formação à Prática: Experiências de Duas Professoras Sobre as Investigações Estatísticas no Envolvimento do Aluno

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2020v13n4p402-409

Resumo

Resumo
Investigações estatísticas, como tarefas a propor aos alunos, são uma poderosa ferramenta de ensino, promovendo a aprendizagem significativa dos conceitos e representações estatísticas. Esta atividade permite integrar o aluno ao processo estatístico, fazendo-o ver além dos dados, mesmo com conhecimentos estatísticos relativamente básicos. Este estudo busca analisar como professores de Matemática conduzem as investigações estatísticas, nomeadamente no que se refere aos seguintes aspectos relacionados ao envolvimento do aluno na escola: capacidade de motivar os alunos; o plano de aula; e a gestão de sala de aula. A investigação tem por base dois estudos de caso de professoras de Matemática participantes numa experiência de formação, num curso de especialização. A recolha de dados inclui gravações de áudio e vídeo das sessões relacionadas com as investigações e relatórios escritos das investigações, e a análise de dados é realizada segundo as etapas do ciclo que compõe uma investigação estatística. Os resultados mostram que as professoras, em seu planejamento, consideram que as investigações estatísticas permitem motivar os alunos a aprender a partir de temas relacionados com a própria realidade. No que se refere à gestão da aula, as professoras privilegiam a comunicação dos alunos. Os resultados sugerem a necessidade de um maior destaque deste assunto nos processos de formação de professores, de modo que eles experimentem atividades desta natureza e ganhem confiança para poder conduzir as diferentes etapas do ciclo investigativo no trabalho com os seus alunos.

Palavras-chave: Ensino da Estatística. Investigações Estatísticas. Formação De Professores. Envolvimento do Aluno.

Abstract
Statistical investigations, as tasks to propose to the students, constitute a powerful teaching tool, promoting meaningful learning of the statistical concepts and representations. This activity allows integrating students in the statistical process, by making them see beyond data, even with basic statistical knowledge. This study seeks to analyze how mathematics teachers conduct statistical investigations, namely regarding the following aspects related to student involvement in school: the ability to motivate students, the teaching plan, and the classroom management. This research is based in two case studies of mathematics teachers who participated in a teacher education experience, in a specialization course. Data collection includes audio and video recording of the investigations-related sessions and data analysis is carried out according to the statistical investigation cycle. The results show that the teachers consider the statistical investigations in their planning are efficient to motivate the students to learn with themes related to their own reality. With regard to class management, teachers prioritize student communication. The results suggest the need for greater emphasis on this issue in teacher education processes, so that they themselves experience activities of this nature and gain confidence to conduct the different stages of the investigation cycle in the school context.

Keywords: Statistics education. Statistical Investigations. Teacher Education. Student Engagement.

Biografia do Autor

Bruna Mayara Batista Rodrigues, Instituto de Educação, Universidade de Lisboa

Doutoranda em Educação, especialidade em Didática da Matemática, no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, Portugal.

João Pedro Mendes da Ponte, Universidade de Lisboa

Doutor em Mathematics Education na University of Georgia, EUA e Professor Catedrático do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, Portugal.

Downloads

Publicado

2021-02-11

Edição

Seção

Artigos