UMA RELAÇÃO ENTRE O SUBCONSTRUTO PARTE-TODO E OUTROS SUBCONSTRUTOS À LUZ DOS TRÊS MUNDOS DA MATEMÁTICA

Autores

  • Paulo César Freire
  • Rosana Nogueira de Lima

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2014v7n2p%25p

Resumo

A literatura em Educação Matemática relacionada aos números racionais na forma fracionária aponta o subconstruto parte-todo como um dos principais fatores de influência na aprendizagem dos outros subconstrutos. Neste artigo, retomamos os dados coletados em nossa pesquisa, envolvendo os subconstrutos parte-todo, quociente, razão, operador, medida e probabilidade, para buscar se há indícios dessa influência no trabalho de alunos de 6º ano de uma escola pública de São Paulo. Esses alunos resolveram um questionário contendo 13 questões em dois momentos, antes e depois do ensino de números racionais na forma fracionária no 6º ano. Os dados foram analisados à luz do quadro teórico dos Três Mundos da Matemática, e os resultados mostram que esses alunos utilizam, principalmente, características do mundo corporificado, e têm muitas dificuldades de lidar com os mundos simbólico e formal em todos os subconstrutos. Este quadro teórico nos permite perceber que as características simbólicas e formais de cada subconstruto parecem ser diferentes, o que sugeriria menor influência de um em relação aos outros.

Downloads

Publicado

2015-06-18

Edição

Seção

Artigos