Possibilidades de Interfaces na Formação de Professores: Apontamentos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2019v12n1p83-98

Resumo

Mobilizados pelo interesse na docência, temos questionado os diferentes lugares de formação do professor no Brasil. As políticas internas e a cultura acadêmica nem sempre reconheceram a legitimidade de algumas iniciativas, responsabilizando individualmente o professor por sua formação. Nessa investigação procuramos compreender o espaço de formação proporcionado pelo PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), e como ele vem sendo integrado a outros espaços de formação do Curso de Licenciatura em Matemática. O objetivo do programa é preparar alunos de licenciatura para uma prática docente de qualidade, voltada para o ensino das instituições públicas de ensino básico. Esse texto foi marcado por um processo de reflexão e discussão sistemático e coletivo, que favoreceu a busca de melhores condições para a formação de professores de matemática.

 

Palavras-chave: Formação Inicial de Professores de Matemática. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Saberes e Práticas Educativas.

 

Abstract

Mobilized by interest in teaching, we have questioned the different places of teacher education in Brazil. Internal policies and academic culture is not always recognized the legitimacy of some initiatives, so, the teacher is individually responsible for their formation. In this research we seek to understand the scope of training provided by the Institutional Scholarship Program Initiation to Teaching (PIBID). The goal of the program is to prepare undergraduate students for practice, quality-oriented education of the public institutions of education. This text was marked by a process of systematic and collective reflection and discussion, which favored the search for better conditions for the formation of mathematics teachers.

 

Keywords: Initial Training of Teachers of Mathematics; Institutional Program Initiation Scholarship to Teaching, Knowledge and Educational Practices.

Biografia do Autor

Éliton Meireles de Moura, Universidade de São Paulo, SP, Brasil.

Doutorando em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), tendo realizado um estágio de doutorado sanduíche, como bolsistas CAPES/PDSE, na Universidade de Stanford, Califórnia/USA, contando também com o apoio do Lemann Center Visiting Scholar Program, promovido pelo Instituto Lemann, atuando como Visiting Student Researcher na Graduate School of Education, para o ano acadêmico de 2017-18. Mestre em Educação, na Linha de Saberes e Práticas Educativas, pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), é graduado em Licenciatura Plena em Matemática e Bacharelando em Sistemas de Informação, todas, também pela UFU.

No campo acadêmico destaca sua participação como: colaborador no projeto PIBID            FAMAT/UFU; Técnico Pedagógico do Projeto RIVED (Rede Iterativa Virtual de Educação) e Programador ActionScript desenvolvendo Objetos de Aprendizagens, animações em Flash e outras Programações em ActionScript; Presidente da Empresa Júnior de Matemática da Faculdade de Matemática da UFU, e, por fim, Bolsista do Programa Tutorial de Educação da Faculdade de Matemática (PETMAT/UFU).

Tem interesse e experiência nas áreas de Matemática, com ênfase em TDIC - Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Matemática; Formação de Professores; Informática e Ensino; Educação Maker; Movimento Maker; Aprendizagem Criativa; Softwares Computacionais; Objetos de Aprendizagem; Jogos Educacionais; Modelagem Matemática; Biomatemática; Web design.

Arlindo José de Souza Júnior, Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil.

Realizou o curso de graduação de Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP - Campus São José do Rio Preto); mestrado em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP - Campus Rio Claro) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Uberlândia (UFU - Campus Uberlândia). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: saberes docentes, educação popular e cultura digital.

Referências

Barbosa, F.C. (2011). Educação e Robótica educacional na Escola Pública: as artes do fazer. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia.

Bortolini, M.R. (2009). A pesquisa na formação de professores: experiências e representações. Rio de Janeiro: Centro de Filosofia e Ciências Humanas..

Brasil. Ministério da Educação. (1998). Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Matemática. Secretaria da Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF.

Brito, A. E. (2006). Formar professores: rediscutindo o trabalho e os saberes docentes. In: Mendes Sobrinho, J.A. (Org.) Formação de professores e práticas docentes: olhares contemporâneos. Belo Horizonte: Autêntica.

Cunha, M. D. (2000). Constituição de professores no espaço-tempo da sala de aula. Campinas: UNICAMP.

Cunha, M. I. (2009). Trajetórias e lugares da formação do docente da Educação superior: do compromisso individual à responsabilidade institucional. RBFP, 1(1), 110-128.

Cunha, M. I. (2010). Trajetórias e lugares da formação da docência universitária: da perspectiva individual ao espaço institucional. Brasília: CAPES: CNPq, 2010.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Freire, P. (2005). A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo, Cortez.

Freire, P. (2009). Educação e mudança. São Paulo: Paz e Terra.

Giglio, C. (2011). Residência Pedagógica: diálogo permanente entre a formação inicial e a formação contínua de professores e pedagogos. In: Gomes, M.O. (Org.) Estágios na formação de professores: possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão, (pp.15-46). São Paulo: Loyola, 2011.

Malaquias, T. G., Araújo, I. P., Cunha, N. S. S., Moura, E. M., Souza Junior, A. J. (2012). Jr. Trabalhando o erro dos alunos do Ensino Fundamental. Anais do XI Encontro Paulista de Educação Matemática: XI EPEM. São José do Rio Preto: SBEM/SBEM-SP.

Marcato, F. S. F. A prática como componente curricular em projetos pedagógicos de cursos de Licenciatura em Matemática. Rio Claro: 2012.

Melo, G. F. A. (2007). Tornar-se professor: a formação desenvolvida nos cursos de Física, Matemática e Química da Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia.

Melo, G. F. A. (2003). A formação inicial e a iniciação científica: investigar e produzir saberes docentes no ensino de álgebra elementar. Campinas.

Moreira, H., Caleffe, L.G. (2006). Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. Rio de Janeiro: DP&A.

Moreira, P.C. (2004). O conhecimento matemático do professor: formação na licenciatura e prática docente na escola básica. Belo Horizonte: UFMG.

Paredes, G. G. O. (2012). Um estudo sobre o PIBID: saberes em construção na formação de professores de Ciências. Curitiba.

Downloads

Publicado

2019-04-30

Edição

Seção

Artigos