Um Panorama de Pesquisas Brasileiras Realizadas Sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID)

Autores

  • Alessandra Senes Marins Universidade Estadual Vale do Acaraú. CE, Brasil.
  • Angela Marta Pereira das Dores Savioli Universidade Estadual de Londrina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. PR, Brasil.
  • Bruno Rodrigo Teixeira Universidade Estadual de Londrina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. PR, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2019v12n1p24-37

Resumo

Este artigo apresenta um panorama de pesquisas que foram realizadas no contexto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e teve como objetivo investigar a sua participação na formação do professor que ensina matemática, a partir de pesquisas brasileiras de mestrado e de doutorado desenvolvidas durante o primeiro ciclo do programa, a saber, de seu início em 2009 até o final de 2017. Para o desenvolvimento deste artigo, realizamos uma análise interpretativa do(s) objetivo(s) e da(s) questão(ões) norteadora(s) de trinta e cinco trabalhos, a qual nos permitiu construir oito eixo temáticos, que, em sua maioria, contemplam na formação do professor que ensina matemática: contribuições, potencialidades, limitações na formação dos integrantes do PIBID; construção/relação de saberes; e compreensões e percepções dos seus participantes. A partir da análise dos resultados das pesquisas, apresentamos uma caracterização em relação à participação do PIBID na formação do professor que ensina matemática e relacionamos alguns elementos que foram evidenciados além dos propostos pelos objetivos do programa.

 

Palavras-chave: Educação Matemática. Formação do Professor que Ensina Matemática. PIBID.

 

Abstract

This article presents an overview of research works that were carried out in the context of the Institutional Program of the Initiation to Teaching Scholarship (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID), and aimed to investigate its participation in the mathematics teacher training, based on Brazilian master's and doctoral programs developed during the first cycle of the program, namely, from its inception, in 2009, to the end of 2017. For the development of this article, we ran an interpretative analysis of the objective (s) and guiding question (s) of thirty-five works. This enabled us to construct eight thematic axes, which, in their majority, focus on the formation of the mathematics teacher training: contributions, potentialities, limitations in the formation of PIBID members; construction/relationship between types of knowledge; and participants’ understandings and perceptions. From the analysis of the research results, we present a characterization regardingthe participation of PIBID in the mathematics teacher training, and we make connections between some elements that were evidenced beyond those that were proposed by the objectives of the program.

 

Keywords: Mathematics Education. Mathematics Teacher Training. PIBID.

Biografia do Autor

Alessandra Senes Marins, Universidade Estadual Vale do Acaraú. CE, Brasil.

Professora do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), e doutoranda no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Angela Marta Pereira das Dores Savioli, Universidade Estadual de Londrina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. PR, Brasil.

Professora do departamento de matemática da Universidade Estadual de Londrina

Bruno Rodrigo Teixeira, Universidade Estadual de Londrina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. PR, Brasil.

Professor do departamento de matemática da Universidade Estadual de Londrina - UEL

Referências

Abreu, I. S. M. de. (2016). Entre a singularidade e a complexidade da construção de saberes docentes na formação inicial de professores de matemática no contexto do PIBID. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Almeida, R. N. (2016). Professores de matemática em início de carreira: contribuições do Pibid. São Paulo: Universidade Anhanguera de São Paulo.

Almeida, V. C. (2015). Percursos formativos, profissionais e as práticas dos docentes coordenadores do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência PIBID. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil.

Amâncio, J. R. (2012). Planejamento e aplicação de uma sequência didática para o ensino de probabilidade no âmbito do PIBID. (Dissertação de mestrado) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Barros, A. V. (2016). Contribuições do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência para a Formação Inicial dos Egressos das Licenciaturas da Universidade Federal do ABC. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do ABC, Santo André, SP, Brasil.

Benites V. C. (2013). Formação de professores de matemática: dimensões presentes na relação PIBID e comunidade de prática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, Brasil.

Brasil. (2009). Decreto Nº 6.755. Institui a Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica. Brasília: Capes. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Decreto-6755-2009.pdf>. Acesso 22 maio 2018.

Brasil. (2013). Diretoria de Formação de Professores da Educação Básica – DEB. Relatório de Gestão PIBID. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/1892014-relatorio-PIBID.pdf>. Acesso em: 27 fev. 2018.

Brasil. Capes. Pibid - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Disponível em: < http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid>. Acesso em: 27 fev. 2018.

Brasil, M. M. (2014). O Pibid no contexto das políticas de formação de professores de Biologia e Matemática na Universidade Estadual de Goiás. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Canteiro, D. C. S. (2015). Impactos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) na formação inicial de professores de matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Caporale, S. M. M. (2016). Escrever e compartilhar histórias de vida como práticas de (auto) formação de futuros professores e professoras de matemática. (Tese de Doutorado). Universidade São Francisco, Itatiba, SP, Brasil.

Carvalho, D. F. (2016). O PIBID e as relações com o saber, aprendizagem da docência e pesquisa: caracterização de uma intervenção na formação inicial de professores de matemática. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil.

Carvalho, M. P. (2016). Um estudo da inserção de estudantes da licenciatura em matemática no contexto da escola pública: Contribuições do PIBID. (Tese de doutorado). Universidade Anhanguera de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Carvalho, J.P.F., Silva, J.L. B. da., Silvestre, M. A., & Pinto, U. de A. (2017). Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência: apontamentos sobre editais e formação de professores da Educação Básica. In Farias, I. M. S., Jardilino, J. R. L., & Silvestre, M. A. Aprender a ser professor: aportes de pesquisa sobre o PIBID. (pp.1-20). Jundiaí: Paco.

Corrêa, A. C. A. (2013). O Pibid na formação inicial do licenciando em Matemática: construção de saberes da experiência docente. (Dissertação de Mestrado). Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, ES.

Corrêa, M. R. N. (2014). Um olhar "pibidiano" sobre o desenvolvimento profissional de professores-supervisores do PIBID/UFPel. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, Brasil.

Correia, G. S. (2012). Estudo dos conhecimentos evidenciados por alunos dos cursos de Licenciatura em Matemática e Física participantes do PIBID-PUC/SP. (Dissertação de Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Cosmo, T. (2015). Escritas de licenciandos em matemática, quanto à docência, no contexto do PIBID. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil.

França, E. L. (2016). Contribuições formativas do PIBID/matemática: identidade e saberes docentes. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, BA, Brasil.

Gomes, E. B. (2014). Aprendizagem docente e desenvolvimento profissional de professores de matemática: investigação de experiências colaborativas no contexto da Amazônia paraense. (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Mato Grosso, Dourados, MG, Brasil.

Guimarães, E. L. (2016). Compreensões de professores supervisores do PIBID quanto ao seu papel na construção de saberes docentes de futuros professores de matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil.

Largo, V. (2013). O PIBID e as relações de saber na formação inicial de professores de matemática. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil.

Mendes, R. M. (2013). A formação do professor que ensina matemática, as Tecnologias de Informação e Comunicação e as comunidades de prática: uma relação possível. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, Brasil.

Mendonça, S. R. P. (2016). Representação social sobre o ensino de matemática de licenciandos vinculados ao PIBID: dinâmica de formação. (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil.

Moura, É. M. (2013). O programa institucional de bolsa de iniciação à docência – PIBID na formação inicial de professores de matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil.

Nascimento, F. J. (2016). Professores de matemática iniciantes: um estudo sobre seu desenvolvimento profissional. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Neves, R. M. S. (2014). Práticas de iniciação à docência: um estudo no PIBID/ IFPI/ Matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade do Rio dos Sinos, São Leopoldo, RS, Brasil.

Nóvoa, A. (2009). Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista Educacion, p. 1-10.

Nóvoa, A. (2017). Professores para 2050. In Farias, I. M. S. Jardilino, J. R. L., & Silvestre, M. A. Aprender a ser professor: aportes de pesquisa sobre o PIBID. (pp. 1-6). Jundiaí: Paco Editorial.

Passos, C. L. B. et al. (2006). Desenvolvimento profissional do professor que ensina Matemática: Uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, 15(1-2), p. 193-219.

Ponte, J. P., & Oliveira, H. (2002). Remar contra a maré: A construção do conhecimento e da identidade profissional na formação inicial. Rev Educ., 11(2), 145-163.

Pucetti, S. (2016). A formação do professor de matemática em interface com o PIBID – programa institucional de bolsa de iniciação à docência: as representações de licenciandos e supervisores. (Tese de Doutorado). Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Reisdoerfer, C. (2015). Sobre as Ações do Pibid/Matemática na Constituição de Saberes Docentes de Ex-bolsistas desse Programa na Universidade Federal de Santa Maria. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.

Ribeiro, S. S. (2012). Percepções de licenciandos sobre as contribuições do PIBID-matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, Brasil.

Rodrigues, M. U. (2016). Potencialidades do PIBID como espaço formativo para professores de matemática no Brasil. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, Brasil.

Schaefer, C. (2015). Experiências e narrativas: um olhar para a formação de professores de matemática a partir do PIBID. (Dissertação de Mestrado). Universidade de Santa Cruz do Sul, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Silva, D. F. (2014). Processo de iniciação à docência de professores de matemática: olhares de egressos do PIBID/UFSCar. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil.

Silva, E. C. (2014). Ações e reflexões de licenciandos sobre o ensino-aprendizagem da álgebra no Pibid-Ifes. (Dissertação de Mestrado). Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil.

Souza, A. J. Jr. (2000). Trabalho coletivo na Universidade: trajetória de um grupo no processo de ensinar e aprender Cálculo Diferencial e Integral. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Tinti, D. da S. (2012). PIBID: um estudo sobre as suas contribuições para o processo formativo de alunos de Licenciatura em Matemática da PUC-SP. (Dissertação de Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Vieira, A. C. (2014). Um estudo sobre as contribuições do PIBID-FURB para a formação inicial de professores de matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC, Brasil.

Vicente, M. F. (2016). Programa institucional de bolsas de iniciação à docência- PIBID - e a formação inicial de professores. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.

Zaqueu, A. C. M. (2014). O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) na formação de professores de matemática: perspectivas de ex-bolsistas. (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, Brasil.

Downloads

Publicado

2019-04-30

Edição

Seção

Artigos