Apropriações do Método Intuitivo de Pestalozzi em Propostas Para o Ensino de Saberes Elementares Matemáticos em Revistas Pedagógicas (1890-1940)

Autores

  • Jefferson dos Santos Ferreira Universidade Federal de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação e Saúde na Infância e Adolescência. SP, Brasil. http://orcid.org/0000-0001-7684-7716
  • Ivanete Batista dos Santos Universidade Federal de Sergipe, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, Departamento de Matemática. SE Brasil. http://orcid.org/0000-0001-6984-3661

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2018v11n1p13-26

Resumo

Neste artigo, é apresentado o resultado de uma pesquisa que versou sobre apropriações do método intuitivo de Pestalozzi para o ensino de saberes elementares matemáticos em periódicos brasileiros do final do século XIX e início do século XX. Chartier (2003) foi utilizado como referência para o entendimento de apropriação. Para a seleção das fontes, utilizando como lente de pesquisa as palavras-chave Pestalozzi, intuição e método ou ensino intuitivo, foi possível examinar noventa e oito exemplares de periódicos como A Eschola Publica, Revista de Ensino. A partir do exame de cada artigo foi possível identificar dois tipos de apropriações, uma primeira com referências diretas a estalozzi, e uma segunda, a partir da identificação ou de indícios de princípios defendidos por esse autor. No que diz respeito aos saberes elementares matemáticos, foram identificadas apropriações de princípios do método intuitivo de Pestalozzi para abordar conteúdos como fração, que deveria ser abordado com a utilização de objetos, que tinham a finalidade de tornar concreto o entendimento de fração, indicativo de um princípio do método intuitivo. A associação entre conhecimento e linguagem foi identificada em relação ao contar, pois a criança aprenderia a fazê-lo juntando objetos e pronunciando os seus nomes, e dessa forma destaca-se uma apropriação de outro princípio de Pestalozzi, a materialização do ensino. Referente aos saberes elementares geométricos, constatou-se a recomendação de que os sólidos geométricos deveriam ser expostos à vista da criança, e uma relação entre a medida e o desenho, em que foi possível identificar aproximações com a proposta pestalozziana. Por fim, é possível afirmar, a partir da pesquisa, que de formas diferenciadas, foram efetuados usos e interpretações dos princípios do método intuitivo como defendido por Pestalozzi para sistematizar propostas para os saberes elementares matemáticos.

Palavras-chave: Apropriação. Método Intuitivo. Saberes Elementares Matemáticos. Periódicos.

Abstract

In this article are presented results of a research that deal with appropriations of Pestalozzi’s intuitive method for the teaching of elementary mathematical knowledge in brazilian periodicals of at the end 19th and early 20th century. Chartier (2003) was used for the understanding of appropriation. Keywords were used for research of sources, for example “Pestalozzi”, “intuitive”, “method” and “intuitive teaching”, it was possible to examine ninety-eight copies of periodicals such as A EscholaPublica, Revista de Ensino. From the examinations of the articles it was possible to identify two types of appropriations, one with direct references to Pestalozzi, and another based on the identification or indications of principles defended by Pestalozzi. About the elementary mathematical knowledge, were identified appropriations of principles of Pestalozzi’s intuitive method to approach contents, for example, fraction that was should be approached with the use of objects, with the purpose of making concrete the understanding of fraction, what is a one indicative of the intuitive method. The association between knowledge and language was identified in relation to counting, since the child would learn to do it by joining objects and pronouncing their names, and thus is possible to identify an appropriation of another principle of Pestalozzi, the materialization of teaching. About the elementary geometric knowledge, the recommendation was that geometric solids should be exposed to the child’s eyes, and a relationship between the measure and the drawing, what is an approximation with the proposal of Pestalozzi. Finally, it is possible to affirm, from the research, that in different ways, were made uses and interpretations of the principles of the intuitive method as defended by Pestalozzi to systematize proposals for the elementary mathematical knowledge.

Keywords: Appropriation. Intuitive method. Elementary mathematical knowledge. Periodicals.

Biografia do Autor

Jefferson dos Santos Ferreira, Universidade Federal de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação e Saúde na Infância e Adolescência. SP, Brasil.

Licenciado em Matemática e Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Universiade Federal de Sergipe

Ivanete Batista dos Santos, Universidade Federal de Sergipe, Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, Departamento de Matemática. SE Brasil.

Professora do Departamento de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Sergipe.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Edição

Seção

Artigos