ATIVIDADE-MATEMÁTICA-COM-TECNOLOGIAS-DIGITAIS-E-CONTEXTOS-CULTURAIS: INVESTIGANDO O DESIGN COMO PROCESSO DE CYBERFORMAÇÃO COM PROFESSORES DE MATEMÁTICA

Autores

  • Maurício Rosa UFRGS
  • Solange Mussato ULBRA

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2015v8n4p%25p

Resumo

  O presente artigo investiga de que forma Atividades-Matemáticas-com-Tecnologias-Digitais podem ser desenvolvidas considerando aspectos culturais de um determinado contexto. Essas atividades consideram as Tecnologias Digitais (TD) partícipes do processo cognitivo, ou seja, as TD não são meras auxiliares, não são consideradas ferramentas que agilizam ou fonte motivadora do processo educacional, exclusivamente. Elas condicionam a produção do conhecimento matemático. Nessa perspectiva, então, essa pesquisa está embasada na concepção de Cyberformação[1] (ROSA, 2015) e em concepções teóricas sobre cultura (BRUNER, 2001; DAYRELL, 2001; EAGLETON, 2011; KROEBER, 1970), uma vez que as atividades produzidas nesse estudo também tomam os contextos culturais das participantes como orientadores do processo de produção do conhecimento matemático. Assim, analisamos na perspectiva qualitativa uma atividade desenvolvida por uma das professoras participantes de um curso de extensão de Cyberformação, o qual ocorreu no decorrer de 40 horas com nove participantes, por meio das plataformas Moodle[2] e VMT[3]. A análise desenvolvida possibilitou identificar que a inserção de aspectos culturais, do contexto vivenciado pela participante, em uma Atividade-Matemática-com-Tecnologias-Digitais pode potencializar a produção do conhecimento matemático duplamente, pois, além de ser-com, pensar-com e saber-fazer-com-TD, as atividades intencionalmente objetivam o ser-pensar-saber-fazer-culturalmente-com-TD o que amplia o leque de possibilidades de sentido para a matemática produzida.

[1]“[...] formação que compreende o uso de ambientes cibernéticos e de todo aparato tecnológico que a eles se vinculam e/ou produzem, como fator proeminente dessa formação. Ou seja, como meio que interfere significativamente no processo cognitivo e/ou formativo de modo a ampliá-los ou potencializá-los” (ROSA, 2015)..

[2] Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment ou Ambiente Modular de Aprendizagem Dinâmica Orientada a Objetos. Disponível em: <https://moodle.org/>. Acesso em: 15 ago 2015.

[3] O Virtual Math Team é um ambiente virtual livre que disponibiliza interatividade por meio do VMT – Chat. Disponível em: <http://vmt.mathforum.org/VMTLobby/>. Acesso em 15 ago 2015.

Biografia do Autor

Maurício Rosa, UFRGS

  

Solange Mussato, ULBRA

  

Referências

BICUDO, M. A. V. Pesquisa qualitativa e pesquisa qualitativa segundo a abordagem fenomenológica. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (Org.) Pesquisa qualitativa em Educação Matemática. 5 ed. Belo Horizonte: Autêntica, p. 111-124, 2013.

BORBA, M. C. Dimensões da Educação Matemática a distância. In: BICUDO , M.A.V.; BORBA, M.C. (Org.) Educação Matemática: pesquisa em movimento. (4th ed.) São Paulo: Cortez, 321-344, 2012.

BRUNER, J. A cultura da educação. Trad. Marcos A. G. Domingues. Porto Alegre: Artmed, 2001.

BRUNER, J. Atos de significação. Trad. Sandra Costa. Porto Alegre: Artmed, 1997.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. (6th ed.) vol. 1. São Paulo: Paz e Terra, 2013.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

DAYRELL, J. A escola como espaço social. In: DAYRELL, J. (Org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2001.

EAGLETON, T. A ideia de cultura. (2th ed.) Trad. Sandra Castello Branco. São Paulo: Editora UNESP, 2011.

FILATRO, A. Design instrucional na prática. São Paulo, Pearson Education do Brasil, 2008.

GHEDIN, E. Tendências e dimensões da formação do professor na contemporaneidade. In: CONGRESSO NORTE PARANAENSE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, 4. Anais... Londrina, PR: UEPR, 2009. Disponível em: . Acesso em: 29 mai. 2014.

IBGE. Censo Demográfico 2010, 2010. Disponível em: <http://www.censo2010.ibge. gov.br/sinopse/index.php?dados=21&uf=29>. Acesso em: 15 mai. 2014.

LEMOS, A.; LÉVY, P. O futuro da internet: Em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010.

MALTEMPI, M.V. Novas Tecnologias e Construção de Conhecimento: Reflexões e Perspectivas. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Anais... Porto, PT, 2005. Disponível em: <http://www.rc.unesp.br/igce/demac/maltempi/ Publicacao/Maltempi-cibem.pdf >. Acesso em: 01 fev. 2013.

KROEBER. A. L. O “Superorgânico”. In: Pierson, D. (Org.). Estudos de organização social. São Paulo: Martins, 231-281, 1970.

MOREIRA, A. F. B. Currículo, cultura e formação de professores. Educar em Revista, 17, 39-52, 2001. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2013.

ROSA, M. Cultura Digital, Práticas Educativas e Experiências Estéticas: interconexões com a Cyberformação de Professores de Matemática. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 34. Anais... Natal, RN: ANPED, 2011.

ROSA, M. Cyberformação: a formação de professores de matemática na cibercultura. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA – ENEM, 10. Anais... Salvador, BA, 2010.

ROSA, M. A Construção de Identidades Online por meio do Role Playing Game: relações com o ensino e aprendizagem de matemática em um curso a distância. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – UNESP, Rio Claro, 2008. Disponível em: <http://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/brc/33004137031P7/2008/rosa_m_dr_rcla.pdf>. Acesso em 15 dez. 2011.

ROSA, M; Pazuch, V; Vanini, L. Tecnologias no ensino de matemática: a concepção de Cyberformação como norteadora do processo educacional. In: ENCONTRO GAÚCHO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 11. Anais... Lajeado: SBEM – RS, 2012.

ROSA, M.; Vanini, L.; Seidel, D. Produção do Conhecimento Matemático Online: a resolução de um problema com o Ciberespaço. Boletim GEPEM, 58, 89-114, 2011. Disponível em: <http://www.ufrrj.br/SEER/index.php?journal=gepem&page=article&op =view&path[]=510&path[]=597>. Acesso em: 07 fev. 2012.

SARASOLA, M.; SANDEN, C. Una visión integral de la formación del professorado. Revista Iberoamericana de Educación, 55, 4, 1-10, 2011. Disponível em: <http://www.rieoei.org/jano/3829SarasolaJano.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2014.

VANINI, L.; ROSA, M.; JUSTO, J. C. R.; PAZUCH, V. Cyberformação de Professores de Matemática: olhares para a dimensão tecnológica. Revista Acta Scientiae. Canoas, 01, 15, 53-171, 2013. Disponível em: <http://www.periodicos.ulbra. br/index.php/acta/article/view/376/369>. Acesso em: 15 jan. 2014.

Downloads

Publicado

2015-12-15

Edição

Seção

Artigos